Andamento, velocidade e ritmo
Andamento%2C%20velocidade%20e%20ritmo.gif

Necessitamos esclarecer bem uma coisa: ritmo não possui nenhuma relação com velocidade. No momento em que mencionamos que "esse ritmo é acelerado" estamos dizendo uma besteira. Os ritmos é capaz de ser tocados em uma velocidade mais acelerada ou mais devagar. Diante disso, somos capazes de ter um ritmo de valsa mais devagar ou mais acelerado, um Rock mais devagar ou mais acelerado. Entretanto, na música, não classificamos isto de velocidade, mas sim de andamento.

Diversos músicos comentam em "ritmo de Rock", "ritmo de samba". Isso quer dizer em relação à diferença na batida, ou seja, na pulsação da música. A aceleração dessa pulsação NÃO é o ritmo, e sim o andamento. Portanto:

  • Ritmo = pulsação da música
  • Andamento = Aceleração

Gostaria de ter um exemplo? Em Abbey Road, lado B, temos um medley: Golden Slumbers, Carry That Weight, The End. O ritmo, ou seja, a pulsação das 3 canções são iguais, entretanto o andamento, ou seja, a aceleração, é diferente.

Já que o ritmo não possui nada a ver com a velocidade, de que forma distinguir um ritmo de outro? Fácil, escutando a sua batida, sua pulsação da música. Toda e cada uma das canções oferece uma batida praticamente constante, acontecendo outras vezes dentro da música. Entretanto você pode observar que, no andamento de uma canção, umas batidas são mais pesadas e outras são fracas.

Afim de compreender melhor isso, escute o início da faixa doze do Sgt. Pepper, justamente a reprise da faixa-título. Observe que a pulsação é sequencial, entretanto algumas batidas são mais pesadas e outras são fracas. Isso acontece em decorrência da alternância de tais batidas, mais pesadas ou mais leves, que rotulamos se um ritmo é Rock, Blues, bolero…

3 exemplos clássicos:

Rock por vezes tem um batida pesada, uma leve, uma mais pesada acompanhada de uma leve – e isso acontece por toda a música.

A valsa, ao contrário do Rock, possui uma batida pesada seguida de 2 leves.
As marchas costumam ter uma batida pesada e uma leve.

Entretanto não tenho o deseja de enganar ninguém: isso não se aprende com teoria. Só escutando música e tentando seguir o ritmo certo. Não tenha medo de fazer isso batendo com as mãos, com os pés, na cabeça do seu (sua) irmão (ã), etc. O ideal é que você pratique.

Dê um jeito de sentir a batida da música, tente sentir o ritmo. Após de seguir o ritmo com as mãos, procure observar quais são as batidas pesadas e quais são as batidas leves. Óbvio que músicas como o "Sgt. Pepper" são mais simples, pois a bateria do Ringo permite soar bem nítidos quais são as batidas fortes e fracas. Entretanto não tem problema, é bom iniciar com coisas simples.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License